*
*
*
*
*
*
*
.: Mauro Gama :.

Horaciana

Goza os dias
— e as noites mais ainda :
que sejam lindas
e iluminadas de sonho
ou sanha.

Goza as rosas
e as framboesas —
de vertiginosas mucosas

os úteros telúricos as ursas
maiores e menores.
Goza os dias
em todas as suas vias
e vales avencas uvas

Que não percas
nem as parcas
sementes das auroras inocentes
ou as frias
raízes da madrugada:
goza a integrada
natureza do todo
— da luz ao lodo.

Goza a prosa
e a poesia
que se espirala em tontas falas
de flor e fécula
cascata chocolate explosão
de abismos em néon
e grão
e bala
por galáxias e salas
deleitosas:

goza!
nenhuma glosa
te disperse
nenhuma dor
te escureça — ou
rosa negra
te cegue.
Goza os dias
e se não todo o mundo
cada segundo
do que resta
da festa.

---------------------------

Clique para escolher outro poema