.: Mergulho :.
*
*
*
*
*
*
*
.: Mauro Gama :.

Mergulho

 Tudo é incerteza e asa
(partida)
nesses dias : a dolorida
framboesa
os frangos fanhos os fones
onde me encontras e cantas
(âmbar e cântaro
em longínquos
lábios).
Gruta de doce coral
casulo fuso futuro
(em que me mergulhas).

---------------------------

Clique para escolher outro poema