English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

3.12.2006

MORTALHA

te foste mortalha
dos meus desatinos
muralha de intrigas e fascínios

como instinto
devastar-te o âmago
de prantos e birras
degustar-te prazerosa
ambiciosa na oportunidade
de cítaras e sirenes
me rachar
nos teus tendões pluviais

prostrar-me
lícita de jejum
e te haurir
lôbrega
entre vaselina e vick
abismar as nódoas
da libido
extrair-te pólen
codeína
proteína

DENISE TEIXEIRA VIANA
Rio de Janeiro/RJ
in Muito pelo contrário

Revista Poetizando