*
*
*
*
*
*
*
2/1/2010

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Presença

 

na flor que amanhece
escreve verão vaso vidro

de solidão me caso
vidrada em ti
convir de crianças heranças
cobrança de presença
crença braguilha
uma pilha por te querer
às escâncaras aos bofetes
no ambiente de violões
violinos carpetes

nos insistimos por vezes
em sentimentos burgueses
de vantagens e promoções

nos dividimos entre réguas
léguas de censura
punição polução
custódia de mares eclipses
cúmplices de óleos olhares solares
na idade de elipses Ulisses Condor

Denise Teixeira Viana

*are

Poetas de Guarulhos e Todo Verso

*are

Voltar para a página inicial