*
*
*
*
*
*
*

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

23/1/2009

SEM EXPLICAÇÃO


ah quantas noites fiquei sem dormir
quantas horas fiquei sem te ouvir
quanto tempo fiquei sem te amar

Ah quantas vezes fiquei sem falar
quantos homens não pude saciar
quantos meses ficaste sem bulir
na minha cavidade gosmenta

ah se minha frase fosse
toda amor
e se esta aflição
não demorasse tanto
tanto a se abrir
encabuladamente

oferecer-te-ia
meu coração
depósito para o teu descanso

eu te quero
amor meu
a mudez dos teus lábios ferinos
quero as ondas médias
da tua clave de fá

de batom escarlate
me lambuzaste o corpo

quero esta toda fragilidade
lacrimejando no teu
pênis

§

Rio de Janeiro RJ
(in Armas & bagagens edição da autora)

Escrito por Touché às 23h59m

. . .

 Poetas de Guarulhos e Todo Verso


 

Voltar para a página inicial