me encaminha prazer pressão
precisão de gravidez
me complementa
naturalmente isenta de dissabor
me amacia
ribombante na bacia
radiante na fotografia
de turbante tiara tia
me saneia
me sacaneia
me bombeia
no lustre
sou ilustre na vereia
na veia virada

me gela
me congela remela
rímel ríctus
fracionada na janela
de murmúrio augúrio antúrio

não há tempo para falação
felação afeição
me dá notícia de sevícia
servidão milícia

me embarga no comprimido
na carga de reprimido
me cata na chibata
no chifre na lata
me abagunça
me amorna
me torna suportável
superável sociável
me demole no gole
no fole na ode
suspeição de bigode
que pode não pode
posicionar esgar

me saboreia
meia meada manjada
traquejada de gogó
gagá gogo
me degrada no palavrão
papelão pezão
me recepciona à tona
de recauchutada cinquentona
me ocasiona saudade
saudação sanção
ovação de pai
mãe irmão
me encarta
me descarta na carta
no carteiro no malote
no enfado de papel
papelote picote
me aconselha
me assemelha no bilhete
no envelope de ramilhete
me sobe ruga
robe ruge
me artificializa na colcha
no colchão no colhão
me aguça carapuça
tez de pinguça
feitio de arrepio
piscar arredio
me esmiúça
imaginário primário
me realça
alça asseio
chuleio de anseio
arrepio aperreio

me esbodega
me nega xaveco
rotina de cortina
carabina crina
me arremessa
promessa de futilidade à beça

Menção honrosa no 13° Concurso Literário do Servidor Público do Estado do Rio de Janeiro, RJ,
2007